"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Fértil



Os fantasmas se riem de mim,
com escárnio
desse ser fragil,
em um fim sem fim...

As flores que desabrocham...
são regadas pelos fantasmas
e se afogam.

As flores são tímidas,
são desencantadas,
mas estão vivas
dentro do jardim abismal,
no interior dos fundos do ser.

E o fim é apenas o início...

Nenhum comentário: