"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

quarta-feira, 13 de abril de 2016

O caminhar


Em minha caminhada matinal
em uma quarta-feira
quente de outono
em um abril de tempos de ódio
vejo prédios mastodônticos
em meio a nuvens brancas
em criativo ócio
invasoras do céu azul carnal
e árvores alheias ao capital.
Nesse paradoxo sepulcral
ouço o caos
de uma sinfonia de Beethoven.

Nenhum comentário: