"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Ortografia ortofônica

Tu és 
objeto pleonástico
preposicionado.

Um verbo do passado subjuntivo
do futuro
em gerundismo.

Um pronome
pessoal do caso reto
obliquamente conjuntivo.

Um substantivo próprio
que propriamente
é comumente esquecido.

Nenhum comentário: