"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Inexorável coração

Em meu corpo não me encontro.
Minha alma está em busca de seu encanto.
Ela anda pelo mundo,
não está em meu corpo moribundo.

Meu coração bate como se fosse parar,
mas não para.
Ele é duro na queda.
Pergunta-me o inexorável coração: “por que não corta-me em pedaços de uma vez?”
Não sei, não sei.
A pusilanimidade, a apatia e meu asco pelo meu vermelho interior não o permitem.

Nenhum comentário: