"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

sexta-feira, 24 de maio de 2013

O que se perde

Alguns dizem que
a vida é incompreensão do que não se compreende,
é descaminho em linha torta,
é amar sem ser amado
é ser amado sem amar,
é a eterna busca por reconhecimento ou compreensão.

Quando o destino bate à sua porta,
não há escapatória daquilo que se importa.

Passamos a vida a reclamar,
a respostas procurar,
sem, no entanto, nos virarmos para nossas almas a perguntar:
por que tudo isso?

O tempo gira rapidamente
e o mundo passa escandalosamente
sem observarmos aqueles ao nosso lado,
não lhes dando importância,
nem um bocado.

A vida termina como a passagem de uma brisa,
e não nos damos conta,
tornando-nos pó renegado
à falta de esperança.

Por isso, tratemos de encontrar um amor
e, assim, amar incondicionalmente,
para pelo menos uma herança deixar.

Nenhum comentário: