"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

sábado, 7 de julho de 2012

Melancolia melancólica e Goethe


Minhas retinas afadigadas
persistem a explorar o mundo.
Ironicamente, não me conheço a fundo,
ou prefiro não me entender.
Fico então a vagar,
sem a ninguém conhecer.

Triste tristeza taciturna.
Sinto-me sufocado na sombra escura.
Quem eu sou?
O nada ou breve súmula?

"O que foi torna a ser.
O que é perde existência.
O palpável é nada.
O nada assume essência."

Nenhum comentário: