"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Tristes pretéritos

O tempo vai-se embora.
Ficam as lembranças,
reminiscências de um futuro que começou ontem.
Nesse passado que nunca acaba,
sabemos apenas que o amanhã termina agora nessa madrugada.
Assim, prefigura-se a estiada,
que é marcada pela noite passada.
Seguimos sem palavras,
apenas de maneira esticada,
em direção a um abismo destituído de muralhas.

Nenhum comentário: