"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Evasivas saudosistas



Os sabores da infância:

as inocentes brincadeiras com os amigos,

o choro pelos primeiros machucados,

a puerícia do primeiro pegar na mão de uma garota,

a ingenuidade se tornando marota.


Por que tais sabores não retornam ao paladar jamais?

Eles deveriam ser imortais...

Não poderiam nos abandonar nunca mais...


Nesse universo onde habitamos,

onde abraços não nos damos,

o futuro é o passado

e o passado é o esquecimento.
Não há ressarcimento...

Não há ressurgimento...

Nenhum comentário: