"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

domingo, 2 de janeiro de 2011

O rapaz e o deserto

Oh, o rapaz. Aquele rapaz era incapaz de se martirizar. Não era um coitado como eu, ou como você, mas era apenas um rapaz com um desejo fugaz de não voltar mais para casa. Fugia de quê? Não seja hipócrita ao fazer tal tola pergunta, pois você bem sabe que todos fugimos de algo. A pergunta correta é: para onde iremos? Partiremos pelo deserto em busca de nada, tal como o cavaleiro solitário dos filmes daquele italiano. Ah, o deserto. Bando de cowboys sem montaria e sem destino é o quê somos.