"Quem caminha em direção a si mesmo corre o risco do encontro consigo mesmo. O espelho não lisonjeia, mostrando fielmente o que quer que nele se olhe; ou seja, aquela face que nunca mostramos ao mundo, porque a encobrimos com a persona, a máscara do ator. Mas o espelho está por detrás da máscara e mostra a face verdadeira." (Carl Gustav Jung)

domingo, 5 de setembro de 2010

O ser

O ser humano não é
humano
quando deixa de ser
humano

Eu, poeta,
não sou mais poeta
quando não mais floreio
cotidiano

Ser racional
é ser cultural
e social

É ser mitológico
e escatológico
é ser hipócrita
e ser déspota
é ser tirano
e ser mundano

O ser seu ou
o ser meu?

O ser ninguém
o ser outrem
o ser mundo
o ser punho.

Nenhum comentário: